segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Egoísta!

O teu egoísmo torna o mundo pequeno, já não gosto nem pertenço a ele!
Ele há coisas do arco-da-velha, eu que nem tinha tema para hoje, sou uma felizarda!
Falarei do egoísmo, e já não é a primeira vez que lhe dedico atenção, esse que é antónimo de altruísmo. Tenho pena, tenho tristeza em ter de aprender de uma vez por todas a por as minhas necessidades em primeiro lugar.
“As disposições humanas inclinam os seres humanos a dedicarem-se aos outros naturalmente, o homem pode ser - e é - bom e generoso naturalmente sem necessidade de intervenções sobrenaturais ou divinas.”
Este conceito opõe-se, portanto, ao que vos falo hoje, ao tal egoísmo que são as inclinações específica e exclusivamente individuais.
Faço um balanço das minhas paixões, dos amores, das amizades. Sempre fiz juízos de valor à minha pessoa, condenava o meu desapego, a minha falta de vinculo pela veneração aos mais fortes ou mais importantes, mas nunca, nunca manifestei ausência de bondade! E a bondade, todos sabem, é o sentimento nobre.
E assim foi e assim é e assim sou, mas trabalho-me para ser diferente neste mundo, nesta urbe frenética onde tudo é ao sabor do descartável, nunca estamos bem, sentimo-nos sempre descompensados, somos uns eternos insatisfeitos! E infelizmente não sou diferente dos demais, mas tento, e tento e tentarei sempre ser diferente.
Não posso admitir a falta de dignidade e de respeito pelos outros. E então não me peçam desculpa, porque desculparei!
Dá-me então!
Agora sou eu a Egoísta!
Dá-me tudo então, tudo só para mim!
Tu, aquele que saiu para ir trabalhar e foi chafurdar para um bar, e tu o maior dos egoístas que mentia como mascava pastilhas de mentol para ter o hálito sempre ao fresco, e tu que não eras muito diferente dos outros, mas bem mais leviana que querias tudo e não querias nada, querias ritmo, querias assaltos no teu coração, querias paixões na novidade, e tu que te queimas que torras o cérebro ao ritmo de um charro fumado, e tu que pensas que isto aqui é demais para ti… eu quero-te só pra mim!

6 comentários:

Anónimo disse...

Adorei mesmo...

Jorge disse...

gostei mesmo...

"Picos" disse...

Eu também adoro!
...
Beijo anónimo! ;-)

Jorge disse...

eu nunca me engano...

"Picos" disse...

Então jorge não te enganas?... olha ainda bem para ti!
picos!

"Picos" disse...

ahahah o anónimo é o Jorge! Epá desculpa lá não estava a ver quem eras! Olha então bem-vindo a este T0, pequenino em espaço mas enorme de coração!
Volta sempre e voilá! Gostei muito!
beijokinha.