quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

"Sentimento puro, razão à parte"

Foto de CH

Há uns dias para cá que quero escrever tanta coisa que depois efectivamente acabo por me baralhar tanto nas minhas ideias que não escrevo nada! Assim divago e navego pela blogosfera, espiolhando o que é dos outros, desflorando imensos blogues, divisar numerosos textos, contemplar vastíssimas fotos e ouvir uma catrefada de músicas aplicadas por seus autores. Já não se pode dizer “que desperdício de papel”, porque de papel não se trata, então poder-se-á pensar que será um desperdício de quê? De tempo? Bom, quem os escreve provávelmente não está a perder tempo, porque se os redige é porque o tem, e para quem os lê, tempo terá… portanto de perca de tempo não se poderá padecer… então porque será? Eis a minha brejeira teoria,
Os chamados diários secretos existem há centenas de anos e talvez viva ainda quem os escreva, o conceito era diferente dos blogs, tinham misticidade, escreviam-se e fechavam-se à chave assegurando a sua privacidade e eternizando a sua existência, no fundo era uma lavagem de alma sabendo que um dia por morte física alguém herdaria o privilégio de sua leitura, sim o conceito era diferente, a finalidade creio que será a mesma dos de hoje, destes post´s tecnológicos.
Hoje impaciente forma de vida, não há tempo para esperar por juízos de valor após leituras de testamentos e esperadas heranças… Porque “as gentes” querem falar, abrir as guelas e gritar! Gritar mas baixinho… porque aqui ninguém se conhece, mas deseja-se desalmadamente GRITAR, não importa o quê mas gritar, sim gritar, mas baixxxinhooooo… porque aqui ninguém se reconhece.
E mais a mais um simples gesto e “ Eliminar blog”, que pena, aí sim uma peca de tempo….
Aos que criam e descriam blogs à velocidade de um clik. Condolências.

3 comentários:

Tânia disse...

Condolencias aceites .
Tudo na vida tem o sempre e serve o seu propósito. Escrevo os meus blogs para mim , servem de catarse, servem para libertar o tenho cá dentro e quando deixam de ter essa função , quando estou limpa do que me aflige, aí é altura de partirem e darem lugar a outro ...
Beijo enorme

"Picos" disse...

Desbravo as tuas palavras cara amiga;
É uma bela verdade que tudo na vida serve um propósito, qual é nunca sabemos pois morremos antes de decifrar;
“escrevo para mim”, então escreve numas folhinhas de alface e junta as saladas que engoles à hora de almoço, sim porque escanzelada como andas não deve de variar muito de sustento e deixa de chateares os outros, que têm mais que fazer que ler as lamechices de teus tormentos e martírios… catarse tsst… limpa isso nunca estarás, porque gostas mesmo é de viver ( ia dizer na merda, mas não digo...)no agoiro e quando não tens, procuras porque a tua vidinha perde interesse sem essa arena de conflitos amorosos!
Lugar a outro, só mesmo à minha primeira sugestão marianinguem.blogspot.com, pronto caso resolvido, assim podemos dizer que tudo na vida tem uma deliberação!

"Picos" disse...

esqueci.... Beijinho TâniaTótó
P.s = COME!