quinta-feira, 9 de outubro de 2008

TEMPO???!!! - à aZÉitona

… o tempo respondeu ao tempo, que o tempo tem tanto tempo quanto o tempo tem!”


E mais palavras para quê? Tanto se fala sobre o tempo…
Dar um tempo… “dá-me um tempo por favor…”
Reflectir um tempo… “tenho de pensar durante uns tempos!”
Como o tempo… “olha, estou como o tempo!”
Passagem pelo tempo… “já lá vai o tempo...”
Passar um tempo… “sinto que contigo estive somente a passar tempo.”
Passou o tempo… “não perco mais tempo!”
Perdeste tempo… “tssst, uma perda de tempo!”
Sem tempo… “estou sem tempo! para te aturar!”

Sabes minha frágil aZÉitona, o amor não tem tempo, o amor torna-se intemporal, porque “Um amor grande não morre, só descansa!”
Tens sim de esperar pelo TEU tempo amiga, o tempo que te vai DESCANSAR E FAZER ADORMECER a tua raiva, o teu azedume, o teu rancor, o teu ódio…

1 comentário:

Tânia disse...

Minha querida,
O meu tempo não foi ontem nem é amanhã ... é agora!!
Logo por mais que escreva e por mais que oiça o que sinto é agora o que doi é agora .
Love you